O País – A verdade como notícia

Bernardino Rafael decreta tolerância zero à corrupção na Polícia

O combate cerrado à corrupção no seio da Polícia da República de Moçambique (PRM) foi a principal recomendação do comandante-geral da PRM ao novo comandante ao nível da Cidade de Maputo. A orientação foi deixada no dia em que Bernardino Rafael entregou as pastas a Fabião Pedro Nhancololo, que comanda as operações na capital do país.

Bernardino Rafael quer o fim de todas as práticas de corrupção que envolvem os agentes da polícia. Falando durante a parada policial desta quinta-feira, o comandante-geral da PRM deixou bem claro que os membros prevaricadores serão castigados e condenados exemplarmente.

o comandante-geral começou por recordar aos seus subordinados as orientações do 27º Conselho Coordenador do Ministério do Interior, que decorreu no distrito de Bilene/Macia, na província de Gaza. “Recebemos recomendações claras e que queremos transmitir-vos. As armas, as algemas, as celas, estão apontadas e abertas dentro da corporação, para prendermos aqueles que se envolverem em esquemas de corrupção”, disse o novo comandante-geral, que alertou os membros a que estejam preparados para arcar com as consequências, caso cometam infracções

Numa altura em que se aproxima a quadra festiva, o comandante-geral instou os membros da corporação a serem cordiais com os turistas, com vista a contribuir no desenvolvimento do país.

“Acabou a história de intimidar os turistas. O turista deve encontrar no polícia um agente facilitador. Portanto, o polícia deve ser o guia para encaminhar o turista às nossas melhores praias e não o inverso”, determinou Bernardino Rafael, o qual destacou que, através de turistas, o país sai a ganhar, porque as receitas provenientes do turismo contribuem para o desenvolvimento do país.

Por seu turno, o novo comandante que irá dirigir a polícia na Cidade de Maputo comprometeu-se a garantir disciplina no seio dos membros. “O comandante frisou a questão do combate à corrupção e isto tudo passa da indisciplina. Irei exigir que cada um e todos nós pautemos pela disciplina”, disse Fabião Pedro Nhancololo

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos