O País – A verdade como notícia

Beira com cabine de colecta de amostras da COVID-19

A cidade da Beira conta desde hoje com uma cabine de colecta de amostra da pandemia da COVID-19, idealizado e construído pelo grupo SOS corona. É a primeira cabine do género no país e a expectativa dos mentores da iniciativa é produzi-los para outros pontos do país.

A cabine que foi montada dentro do recinto do Hospital central da Beira, garante o isolamento total entre o profissional de saúde e o doente. É uma cabine simples com dimensões que variam de um metro e 20 de largura e cerca de 1 e 80 de comprimento. Um vidro separa o profissional de saúde e o doente e o primeiro entra em contacto com o segundo através das suas mãos protegidas por luvas, através de dois orifícios existentes na parte envidraçada.

Com a cabine, por sinal a primeira do género no país, o Hospital Central da Beira sente-se mais protegido para atender eventuais casos do novo coronavírus.

"É um sector onde o técnico do laboratório vai fazer a colecta das amostras, aos suspeitos doentes da COVID-19, sem entrar em contacto com o doente. Será uma grande ajuda para nós, porque como sabem os profissionais de saúde estão na primeira linha de combate contra o novo coronavírus, dai que torna-se necessário criar condições para estes profissionais, uma vez que se a frente que eles estão a fazer falhar, então não conseguiremos vencer" – explicou Nelson Mucopa, director do Hospital Central da Beira.

A cabine em causa foi idealizada pelo grupo SOS corona, composto por empresários locais envolvidos na luta contra a prevenção da pandemia do coronavírus. O modelo foi importado da índia e tem como objectivo fazer face as dificuldades financeiras. Todo o material usado para a produção da cabine é local.

"A testagem da COVID-19 obriga a um protocolo muito rigoroso da OMS. Os fatos e óculos de protecção devem ser descartados a cada teste e o pais não tem condições financeiras para garantir a aquisição deste material. Tivemos que inovar na base de ideias importadas da Índia e construímos a cabine que permite em pouco tempo fazer vários testes porque ela é facilmente esterilizada". – disse Gilberto Correia, um dos membros do SOS Corona.

A cabine foi inaugurada pelo governador de Sofala, Lourenço Bulha.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos