O País – A verdade como notícia

BDQ junta Lira e The Whispers no Moments of Jazz

Já esteve em Maputo várias vezes, no entanto, não se farta de vir apresentar-se ao público da pérola do Índico. Por isso, Lira aceitou o convite da BDQ Concertos para actuar no Moments of Jazz, num espectáculo a realizar-se no dia 24 de Setembro, na capital do país.

Na verdade, a cantora sul-africana vai ajudar a colorir um evento cuja cabeça de cartaz é a banda norte-americana The Whispers, que vem ao país pela primeira vez.

 A escolha da autora do álbum Feel good, muito tocado em Moçambique, de acordo com a organização do espectáculo, deveu-se ao pedido dos seus fãs, que imensas vezes manifestaram o interesse de ter a cantora na plataforma Moments of Jazz.

Almejando satisfazer os anseios dos que garantem a realização da série de concertos, a BDQ decidiu presentear o seu público com uma presença de grande nível num espectáculo que se pretende memorável. Mesmo porque, garante Belmiro Quive, o promotor do espectáculo: “a presença da Lira acrescenta valor ao evento pela diversidade de fãs que irão afluir ao Campus da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo. A Lira vai trazer-nos o afro/jazz que tem o seu público e os The Whispers vão trazer funk, soul & R&B que atrai outro público-alvo”.

Assim, Lira vem à capital do país com a sua banda composta por sete elementos. No Moments of Jazz, o Amor – este é o significado do nome da cantora sul-africana em sesotho – vai fazer uma actuação de aproximadamente uma hora, desfilando os seus grandes sucessos, como “Feel Good”, “Wa Mpaleha”, “Hamba”, “Ngiyazifela”, “Rise Again”, “Ixesha” e, quem sabe, “Dumissa” e “Ngiyabonga”.

As músicas seleccionadas pela cantora sul-africana para o espectáculo de Setembro não foi por acaso. Aliás, a BDQ Concertos, sempre que traz ao país músicos estrangeiros, indica aos mesmos os seus temas mais sonantes para o público moçambicano, quer porque foram muito tocados nas rádios e/ou televisão quer porque são recorrentes em festas de aniversário ou casamentos. A ideia é garantir que o auditório sai dos espectáculos satisfeitos por ouvir as músicas que mais aprecia.

Ainda que já tenha actuado no país imensas vezes, Lira ficou radiante ao receber o convite da BDQ, afinal terá a oportunidade de partilhar o palco montado no Campus da Universidade Eduardo Mondlane com uma das bandas conceituadas dos Estados Unidos:  The Whispers, além da interacção artística com Lyshannie e DJ Sérgio Butler, que também participam no espectáculo.

Colocar Lira a partilhar momentos, sonhos e perspectivas com The Whispers é um mecanismo de garantir a inserção de Moçambique na rota dos grandes concertos, o grande objectivo da organização deste evento musical. “A vinda de bandas e cantores do calibre dos The Whispers ou da Lira fazem fé a esse sonho que hoje é uma realidade. Há ganhos directos e indirectos por isso. O primeiro está na satisfação dos fãs, que tanto esperaram por este momento ímpar. Segundo, a cultura e o turismo beneficiam-se igualmente. Por fim, com grandes nomes da música, consegue-se receitas que são geradas neste tipo de eventos. Os hotéis, restaurantes, serviços de táxi, os demais serviços conexos e os moçambicanos em geral tiram proveito de oportunidades propiciadas pelo Moments of Jazz, porque nos nossos concertos sempre tentamos unir o útil ao agradável”, explicou Quive.

Mesmo a pensar na ideia de unir o útil ao agradável, o concerto de Setembro foi marcado para 24, um dia antes do feriado que celebra o início da luta armada de libertação nacional, conciliando a disponibilidade dos The Whispers, da Lira com o espírito festivo que envolve Maputo em ocasiões que se comemoram os feitos heroicos do passado.

Com efeito, o entusiamo de vir actuar em Maputo não foi exclusivo a Lira. Os The Whispers reagiram com agrado ao convite da BDQ Concertos, até porque esta será a estreia da banda no país de Samora, Craveirinha e Malangatana.

O Moments of Jazz é uma iniciativa que conta com patrocínio da Vodacom, BancABC e BDQ Mobile.

O Amor regressa a Maputo

Lira nasceu a 14 de Março de 1979, em Joanesburgo, na África do Sul. Começou a cantar ainda adolescente, e investe na fusão de soul, funk e afro/jazz. Como muitos autores do seu tempo, cresceu ouvindo Miriam Makeba, Stevie Wonder e Nina Simone. Estreia-se em disco com Feel Good, muito aclamado pelo público sul-africano, moçambicano, italiano e de outras realidades. Com o disco, Lira conseguiu várias nomeações e distinções no SAMA – Prémio Sul-Africano de Música. O prestígio musical tornou a cantora embaixadora da Audi, Shield, Samsung, MTN e BlackBerry e já apareceu nas capas de mais de 30 revistas em todo o mundo. No seu repertório musical, constam as obras Feel good, álbum platina, Return to love, no qual faz jus ao significado do seu nome, ou Born free. Seu nome de baptismo é Lerato Molapo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos