O País – A verdade como notícia

Barragem de Mapai vai reduzir impacto da seca em Gaza

A construção da barragem de Mapai vai reduzir os impactos da seca e cheias ao longo do rio Limpopo, na província de Gaza. A conclusão é dos resultados preliminares do estudo de viabilidade do projecto que terá capacidade de armazenar cerca de 6.8 mil milhões de metros cúbicos de água e controlo de cheias em cerca de 3.8 mil milhões de metros cúbicos.

A construção de uma barragem sobre o rio Limpopo tem como objectivo criar capacidade de resiliência climática e económica e assim reduzir o sofrimento das populações que sofrem os efeitos da estiagem quando a bacia seca e das cheias quando o rio transborda.

Os resultados preliminares do estudo apresentado, hoje, no seminário realizado no distrito de Chókwè, província de Gaza indicam que o projecto é viável e vai garantir água para diversos usos nomeadamente o abastecimento de água, irrigação, pesca, desenvolvimento de turismo e indústria.

O estudo de viabilidade deve ser concluído ainda este ano e deverá confirmar, entre outros aspectos, se o custo será maior ou menor que mil milhões de dólares. Para já, a previsão inicial de início das obras está comprometida.
Um projecto que poderá alivar o impacto das mudanças climáticas para os distritos mais afectados.

A barragem terá uma altura de 52m, uma área de armazenamento de cerca de 228 km² e capacidade de produção de 19 MW energia eléctrica.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos