O País – A verdade como notícia

Barack Obama entra na campanha para apoiar Joe Biden

A duas semanas das presidenciais norte-americanas, o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, entrou na campanha eleitoral para apoiar e apelar à mobilização maciça do eleitorado para votar no seu ex-vice-presidente Joe Biden, escreve a Euronews.

Segundo a fonte, as sondagens indicam que Donald Trump continua a perder espaço para Joe Biden em Estados considerados essenciais para reeleição do Presidente.

Nesta quarta-feira, Obama não poupou críticas a Donald Trump.
“Isto não é um programa de telerrealidade. Nós temos de viver com as consequências dele se mostrar incapaz de levar a sério o cargo. […] A nossa democracia não funciona se as pessoas que são supostas ser os nossos líderes mentem todos os dias e simplesmente inventam coisas”, afirmou Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, citado pela Euronews.

Entretanto, Donald Trump esteve em campanha na Carolina do Norte. Antes de arrancar para o comício, aproveitou a oportunidade para criticar as regras do segundo debate previsto para esta quinta-feira, nomeadamente a opção de silenciar microfones para manter a ordem.

“Usar o ‘mute’ é muito injusto e é muito mau que não falem nos negócios estrangeiros. Era suposto falarem nisso. E penso que a moderadora não é nada imparcial. Os pais dela não são imparciais. Mas é assim a minha vida e, entretanto, é a Casa Branca que está atrás de mim, não é?”, julgou Donald Trump.

Enquanto Trump multiplicava comícios em Estados-chave, Biden esteve dois dias afastado da campanha para se preparar para o segundo debate, que terá lugar em Nashville, no Tennessee.

Mais de 40 milhões de norte-americanos já votaram de forma antecipada.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos