O País – A verdade como notícia

Banhistas desconhecem nova medida do Governo e fazem-se à praia

Foto: O País

Em Maputo, alguns banhistas não sabem que as praias estão encerradas por um período de 15 dias e fizeram-se à praia da Costa do Sol, neste Sábado. Entretanto, sem mãos a medir, a Polícia fez de tudo para garantir o cumprimento do novo decreto do Governo.

Sábado último, os termómetros apontavam para 35 graus Celsius e já se adivinha um dia de calor intenso na capital do país. O que não se esperava, porém, é que haveria citadinos que procuraram refrescar-se na praia da Costa do Sol e dar mergulho no mar por desconhecimento da interdição do uso destes locais de lazer por 15 dias pelo Governo através do decreto 80/2021 de 6 de Outubro.

É o caso de Fátima António, que na companhia do esposo e dos filhos, saiu do bairro de Magoanine, arredores da Cidade de Maputo até à Costa do Sol.

“Vinha à praia para refrescar-me com a família, não sabia que estavam encerradas, estranhei ao ver que estava vazia e ver muitos agentes da lei e ordem”, explicou a mulher.

Quem também foi surpreendido pela medida foi Francisco Langa. Perguntado se não sabia que as praias estão encerradas, ele respondeu: “Não! Estão encerradas? Mas o Presidente ainda não falou!? Desconhecia essa medida, vinha mergulhar com meu filho”, disse perplexo o entrevistado.

Desapontados ficaram alguns turistas sul-africanos que chegaram sexta- feira ao país.

“A nossa intenção era chegar à praia de Bilene, em Gaza, mas pelo caminho fomos informados que estão todas fechadas”, avançou Vitorino Macome, motorista dos viajantes. E fizeram a praia da Costa do Sol caminhar e tirar algumas fotos, na verdade eles queriam conhecer as praias moçambicanas”, frisou.

E não faltaram “rebeldes” que a todo custo procuravam livrar-se do calor mergulhando nas águas desta praia, a Polícia “actuou” e algumas foram detidas.

“Nós não fizemos nada, não sabíamos que a praia estava proibida, a Polícia nem nos deixou falar prendeu-nos!”, explicou desesperada uma das jovens no carro da Polícia.

Os casamentos foram também interditos de usar a praia para as habituais fotos pela Polícia, porém, o decreto de 6 de Outubro é omisso em relação à utilização das praias para este fim.

O novo decreto do Governo, anunciado esta quarta-feira, tem duração de 15 dias, tempo suficiente para adopção de posturas de protecção, gestão e utilização das praias.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos