O País – A verdade como notícia

BAL, lá vamos nós!

Fotos: BAL

Ferroviário da Beira venceu, esta quinta-feira, o Matero Magics da Zâmbia (81-51) em jogo da 1ª jornada do grupo F da divisão Leste das eliminatórias da zona VI de acesso à Liga Africana de Basquetebol. Amanhã, os “locomotivas” do Chiveve batem-se às 15h00 com o Roche Bois das Maurícias.

Nota prévia: William Kiah Perry, base armador norte-americano, recuperou. Agradeceu, Luis Hernandez, porquanto é o pensador da equipa com capacidade de acelerar e pausar o jogo, atirar dos 6,75 metros e fazer o passe no “timing certo”.

Esteve no cinco inicial composto ainda pelo  reforço canadense Jermel Michele Kennedy, Helton Ubisse, Ismael “Timo” Nurmamad e Elves “Stam” Honwana.  Fazer parte de um dos novos eixos do basquetebol africano, com intervenção da gigante NBA, implicava vencer na estreia na primeira de duas etapas de qualificação para a Basketball Africa League, em Joanesburgo. E foi o que aconteceu, com Helton Ubisse a liderar os “kamikazes” com um duplo-duplo (14 pontos e 16 ressaltos) em 29:57 minutos na quadra. Ubisse, como não podia deixar de ser, pois, em boa verdade, são chamados para fazer a diferença, foi secundado por William Perry que também teve um “double-double” com 12 pontos e dez assistências em 27:59 minutos na quadra. Jermel Michele Kennedy, canadense, contabilizou 16 pontos e quatro ressaltos em 25:17 minutos na quadra,

Entrada em força no City Arena Inzibio Hall, no Soweto, com os “locomotivas” do Chiveve a controlarem o primeiro quarto com um parcial de 26-10. Os “locomotivas” condicionaram os zambianos, apresentando-se mais agressivos a defender e esclarecidos no ataque. Mais do mesmo no segundo quarto, mas a realçar o facto do Matero Magic ter melhorado a sua pontuação (17 pontos) contra 21 do Ferroviário da Beira.

No quarto menos produtivo dos zambianos, o terceiro, neste caso, o conjunto de Luiz Hernandez conseguiu um parcial de 21-7. Com o jogo controlado, e a pensar já na segunda jornada, esta sexta-feira, o Ferroviário da Beira abrandou perdendo por um parcial de 17-13.

Excelente no aproveitamento na linha de lances livres, o Ferroviário da Beira teve um registo de 11 em 14, média de 78. 57%, contra cinco em dez dos zambianos (50% de aproveitamento).

Nos lançamentos de campo, a equipa moçambicana concretizou 30 em 75 tentados (40% de aproveitamento), sendo que o seu adversário apresentou-se com fraca percentagem de 27, 54% (19 em 69).

Os “targets” apontam ainda para 33% nos tiros exteriores (10 em 30) dos “locomotivas” do Chiveve contra 26, 67% (8 em 30) do Matero Magic. Dominador nas tabelas, os campeões nacionais de 2012 e 2014 colectaram 56 ressaltos dos quais 40 defensivos e 16 ofensivos. O Matero Magic, esse, perdeu a luta das tabelas com 40 ressaltos, sendo 28 defensivos e 12 ofensivos.

A “boxe score” indica que o Ferroviário da Beira contabilizou ainda 27 assistências, 16 “turnovers” e 11 roubos de bola.

Mas há mais por analisar: Ferroviário da Beira contabilizou 31 pontos em situações de perdas de bola, enquanto o seu adversário marcou 11. Nas segundas bolas, o CFB concretizou 15 pontos contra seis do Matero Magic. 31 Pontos dos jogadores saídos do banco e 22 na área restrita são outros dados do Ferroviário da Beira neste duelo de estreia nas eliminatórias da zona VI de acesso à Liga Africana de Basquetebol (BAL).

Lembre-se que os dois primeiros classificados deste grupo qualificam-se para a outra fase, que contará com 16 equipas a serem divididas em dois (2) grupos (G e H) de oito (8) cada.

Esta fase será disputada de 16 a 21 de Novembro (Grupo G) e de 14 a 19 de Dezembro (Grupo H).

Os três primeiros classificados dos grupos G e H se qualificam-se para a fase final da segunda edição da Basketball Africa League, prova a realizar-se entre Março e Julho, em Kigali, Ruanda.

As mesmas juntar-se-ão aos representantes de Angola, Egipto, Nigéria, Senegal e Tunísia na elite 12 da prova.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos