O País – A verdade como notícia

Autoridades querem repatriar receitas do turismo

O Banco de Moçambique e o Ministério da Cultura e Turismo lançaram, nesta segunda-feira, um Projecto de Controlo eficaz do fluxo de receitas fora do país. Este projecto-piloto tem como objectivo criar propostas de acções para garantir o repatriamento das receitas referentes à actividade turística. Este projecto surge do facto do país verificar falhas neste sector.

A título de exemplo, a facturação de alguns estabelecimentos e serviços turísticos instalados em Moçambique ainda é feita no estrangeiro. Devido a este facto, o país não tem conhecimento real sobre os reias ganhos destes estabelecimentos, o que faz com que o país perca receitas.

As receitas do Turismo em 2017 foram de 151 milhões de dólares, quando comparado com 2016 representam um aumento de 39 por cento. Apesar deste crescimento, a contribuição do sector do turismo para o PIB em 2017 foi de 2.2 por cento contra 2.3 por cento registado em 2016.

O projecto-piloto será implementado nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane e Cidade de Maputo, num período de três meses.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos