O País – A verdade como notícia

Autocarro perde travões e embate com sete viaturas em Maputo

Foto: O País

Um autocarro de transporte de passageiros perdeu travões e embateu com sete viaturas, ao longo da avenida Guerra Popular, na Cidade de Maputo.

O sinistro ocorreu por volta das 9h e testemunhas contam que cinco pessoas ficaram feridas, das quais duas estavam no autocarro. As duas vítimas, tomadas pelo desespero de estar num carro sem travões e que já se tinha embatido com três viaturas, saltaram no autocarro em marcha.

Nescil de Sousa é vendedor ambulante na baixa da cidade e conta que assistiu de “camarote” ao autocarro “varrendo” um, dois, três, até encontrar um obstáculo mais forte e parar.

O obstáculo forte foi uma viatura ligeira embatida por trás, tendo também embatido um outro autocarro.

“A senhora saiu sangrando na cara. A viatura dela foi bastante afectada”, disse um das testemunhas.

Testemunhas oculares dizem que viram o autocarro descendo em direcção à avenida 25 de Setembro, em alta velocidade e dando sinais de buzina. Transtornado, o motorista do autocarro diz que a perda dos freios foi estranha, pois a viatura acabava de sair da manutenção.

Ainda esta segunda-feira, na Cidade de Maputo, duas pessoas ficaram feridas em consequência de um acidente de viação, que, segundo as autoridades, foi causado por excesso de velocidade. Os indivíduos que se faziam nas viaturas em causa contraíram fracas lesões numa situação de violação do código de estrada.

“Houve desobediência de sinal de paragem obrigatória e de velocidade excessiva por parte do condutor que seguia pela avenida Ahmed Sékou Touré. Ambos condutores foram socorridos, mas nenhum deles prestou declarações. Ainda estamos a trabalhar e só depois traremos mais informação”, informou Damião Wilson, agente da Polícia de Trânsito.

Testemunhas afirmam que a ocorrência podia ter sido evitada e indicam o culpado. Segundo disseram, um dos motoristas prestou declarações aos agentes da Polícia que se fizeram ao local ao se aperceber do acidente.

“O condutor da viatura ligeira de passageiros vinha em alta velocidade e cortou a prioridade da carrinha ligeira mista, de marca Toyota Revo, tendo culminado com o capotamento da mesma. E o infractor mentiu para a Polícia dizendo que outra pessoa é que estava no volante do seu carro e, ao cometer a infracção, fugiu”, contou Micas Dias.

Alguns citadinos que frequentam aquela zona dizem que tem sido recorrente a ocorrência de acidentes no mesmo ponto e pedem a reinstalação dos sinais luminosos que regularizam o trânsito, de modo a evitar mais situações semelhantes.

“Eu sou guarda deste prédio aqui à frente. Há muitos anos que trabalho nessa zona e sempre assisto a cenários idênticos. Os condutores fazem muito mal à via e pedimos a quem é de direito para regularizar a situação do trânsito”, disse uma testemunha.

Segundo fontes no local, as vítimas foram socorridas para um hospital próximo, aparentemente, com ferimentos leves.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos