O País – A verdade como notícia

Aumentam casos da COVID-19 em Ressano Garcia

Desde o início da operação “Asanti Sana”, já foram submetidos ao teste para o despiste da COVID-19 15.729 viajantes, dos quais 580 testaram positivo. Dos 192 834 viajantes, cerca de 100 mil entraram no país através de Ressano Garcia.

São viajantes provenientes, na sua maioria, da vizinha África do Sul, com destaque para mineiros que atravessaram a fronteira de Ressano Garcia, na província de Maputo. A informação foi avançada na manhã de hoje pela responsável pelo Departamento de Saúde Pública, Vânia Nhamagone.

“Até ao momento, já foram testados 15729 viajantes moçambicanos, dos quais 580 foram positivos para a COVID-19, então isto perfaz uma positividade de 3,7%, o correspondente a 4%”, disse.

O porta-voz da operação “Asanti Sana”, Juca Bata, actualiza os dados do movimento migratório nas fronteiras nacionais, com destaque para Ressano Garcia, a mais movimentada do país.

“Se formos a ver, desde o dia do lançamento desta operação, tivemos um movimento global de 148. 517 viajantes de entrada e 44. 317 de saída, totalizando 192 834. Estamos a falar do movimento migratório a nível da província de Maputo e outras fronteiras do país, o caso de Zóbuè e Machipanda. Do total de 192 834, cerca de 100 mil viajantes entraram no país através de Ressano Garcia”, disse.

Sabe-se que, por estes dias, as autoridades sul-africana e moçambicana se reúnem para encontrar o melhor caminho, de modo a dar resposta ao massivo movimento de regresso dos viajantes, para se evitarem enchentes. Espera-se que sejam instalados junto ao quilómetro quatro cerca de 50 cabines para testagem dos viajantes durante o movimento de retorno.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos