O País – A verdade como notícia

Aumenta risco de eclosão de doenças na Beira

Há milhares de pessoas que vivem em condições deploráveis depois da passagem do ciclone IDAI. São bebés, crianças e adultos que vivem literalmente na água suja, o que aumenta o risco de eclosão de doenças como diarreia, cólera e malária.

No Bairro da Munhava, arredores da cidade da Beira, por exemplo, o problema de saneamento é crónico, mas piorou com a passagem do ciclone IDAI.

São águas negras…noutros sítios transformadas em lama. Este é o caminho que não se pode evitar. Com ou sem protecção, é por aqui por onde se passa, é nestas casas que se vive. Diga-se, uma vida de risco!

Há dez dias que estão nestas condições. Mais preocupante é que existem muitas crianças expostas a esta precariedade.
O mal veio e se instalou. Por estes dias não há água potável. O recurso são poços a céu aberto, que também encontram-se em zonas com graves problemas de saneamento do meio.

As autoridades começaram distribuir produtos como certeza e cloro para purificar a água.

O Ministério da Saúde está em alerta máximo porque prevê-se que nos próximos dias haja eclosão de doenças devido a situações como em Risco de eclosão de doenças na Beira.

Este domingo, foi reaberto o tráfego na estrada nacional numero seis que esteve interrompido. 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos