O País – A verdade como notícia

Atribuição de terrenos às vítimas das inundações gera polêmicas em Sofala

Uma semana após as intensas chuvas que caíram em Sofala e de forma particular na cidade da Beira, e que inundaram praticamente todos os bairros, parte das vítimas da praia nova, ora acomodadas no pavilhão dos desportos da Beira, estão zangados com o Conselho Municipal da Beira, pelo facto da edilidade ter anunciado no passado sábado  que o reassentamento  definitivo no bairro Muavi, dentro de 15 dias, não incluía os moradores  da zona da praia nova.    

“Praia nova é uma excepção, porque temos aquilo que chamarias prolongamento do mar. Não vamos considerar praia nova como merecedor de emergência”, disse José Manuel, vereador do CMB.

Este pronunciamento não agradou as vítimas da praia nova e nesta segunda-feira insurgiram-se contra o município.

O Conselho Municipal da Beira garantiu que irá se pronunciar brevemente sobre a reivindicação das vítimas.

Entretanto algumas vítimas das cheias, em particular os da praia nova,  já estão a retornar às suas casas, ignorado todos os riscos, tendo em conta que se está ainda no período chuvoso.  

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos