O País – A verdade como notícia

Ataques em camiões fazem cinco feridos em Manica

Cinco pessoas ficaram grave e ligeiramente feridas em resultado de dois ataques armados a igual número de camiões de carga, na madrugada desta terça-feira, na região de Zimpinga, distrito de Gondola, em Manica.

Os condutores dos dois camiões atacados, ora internados no Hospital Provincial de Chimoio, em estado considerado grave.

O primeiro ataque ocorreu por volta das 03h00 de madrugada, em Zimpinga, e o alvo foi um camião que transportava madeira em toro, de Tete para a cidade da Beira.

O segundo ataque aconteceu por volta das 05h10, no mesmo local, na Estrada Nacional número seis (EN6). Os atacantes, ainda desconhecidos, abriram fogo para a cabine do motorista, tendo o ferido a perna e o braço com gravidade.

Outras três pessoas que seguiam viagem no mesmo camião, transportando produtos alimentares, contraíram ferimentos ligeiros e estão em tratamento ambulatório no Hospital Distrital de Gondola, para onde foram socorridas.

Sousa Manuel, condutor do camião que viu balas de arma de fogo a penetrarem no seu braço direito e numa das pernas, contou que foi tudo muito rápido. A primeira impressão com que ficou, após escutar os estrondos causados pelos disparos, foi de que se tratava de rebentamento de um dos pneus do camião. Ele estava a caminho da cidade de Chimoio.

“Primeiro dispararam para um pneu de trás e, seguidamente, vários tiros para o lado da minha porta. Atingiram-me na perna e nos braços”, explicou Sousa Manuel.

 

VÍTIMAS NÃO CORREM RISCO DE VIDA

O director do Hospital Distrital de Gondola, onde as cinco vítimas receberam os primeiros socorros, e duas delas transferidas para o Hospital Provincial de Chimoio, por conta da gravidade das lesões, garantiu que, “apesar da gravidade dos ferimentos, eles estão fora do perigo”.

“Numa das vítimas, a bala de arma de fogo atingiu a perna direita e causou um ferimento profundo no tecido mole. Por ser uma ferida em que a bala passa de um lado para outro, achamos melhor transferir para o Hospital Provincial de Chimoio, para cuidados mais especializados”, referiu Armando Amadeu M’puana.

 

PRM CONFIRMA ATAQUES

O Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica disse que o ataque foi perpetrado com recurso a armas de fogo de tipo AK-47, por quatro homens armados.

“O País” questionou ao responsável de Relações Públicas no Comando Provincial em Manica, Mário Arnança, como a corporação tem certeza de que os atacantes eram quatro e empunhavam armas de fogo de tipo AK-47. A resposta foi: “As investigações policiais no terreno fizeram chegar a estas conclusões” e já se está no encalço dos atacantes.

Este é o segundo ataque, em menos de uma semana, atribuído a homens armados, dos quais nenhum foi detido. O primeiro aconteceu a um autocarro, na noite da última sexta-feira, no distrito de Malema, província de Nampula. A Polícia confirmou o episódio minimizando-o. Disse que se tratou de assaltantes de bens. No referido ataque, uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos