O País – A verdade como notícia

Ataques Cabo Delgado:Arguidos em liberdade provisoria não comparecem no julgamento

Setenta arguidos em liberdade provisoria envolvidos no caso de ataques armados em Cabo Delgado não estão a comparecer ao Tribunal, e o Juiz decidiu julgar os réus a revelia para evitar paralisar o julgamento que vai retomar amanhã, depois de uma interrupção de dez dias, devido ausência do Juiz.

A informação foi confirmada pelo Porta-voz do Tribunal Judicial da Província de Cabo Delgado, Zacarias Napatima. 

Zacarias Napatima diz que o Tribunal Judicial de Cabo Delgado emitiu mandatos de notificação, mas não esta a localizar alguns arguidos. “Quando chegou o momento de lhes chamar para o julgamento, os oficiais dirigiram-se para o local onde eles indicaram no processo como sendo suas residências, mas lá não foram encontrados. Para onde foram ninguém sabe”.

Entretanto, apesar da ausência dos arguidos, o Juiz do caso decidiu julgar a revelia, e só serão procurados se forem condenados pelos crimes de que são acusados.

Descontando os 70 réus em liberdade provisoria que supostamente andam em parte incerta, o Tribunal já ouviu em audição, 114 dos 189 arguidos acusados no processo 32/2018, cujo julgamento iniciou no dia três de Outubro.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos