O País – A verdade como notícia

Ataque em base militar provoca 12 mortos na Somália

Pelo menos 12 pessoas morreram, ontem, num ataque protagonizado pelo grupo islâmico Al-Shabaab, numa base militar e em casas civis no centro da Somália.

“É muito difícil saber o número exacto, mas temos a indicação de que 12 pessoas, das quais seis militares morreram em Wisil”, disse o comandante de uma unidade paramilitar de Galmudug, Abdirahman Adan, sublinhando que “também há vítimas civis”.

De acordo com Angop, o grupo fundamentalista tinha como alvo uma base que abrigava militares governamentais, no estado autoproclamado autónomo de Galmudug.

Segundo Adan, os agressores foram repelidos e muitos deles morreram, mas, referiu que não é, ainda, possível determinar um número certo.

Também, ontem, a região semi-autónoma de Puntland, no norte da Somália, anunciou ter executado 21 alegados membros do al-Shabaab que tinham sido condenados por um tribunal militar local.

Na mesma sequência, “foi imposta a pena de morte aos terroristas que se acostumaram a derramar o sangue do povo”, disse aos jornalistas o coronel Mumin Abdi Shire, comandante da região Mudug, em Puntland.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos