O País – A verdade como notícia

Assinala-se hoje Dia Internacional Sem Saco Plástico

Assinala-se hoje Dia Internacional Sem Sacos de Plástico, uma altura em que, no país, continua a ser um dos produtos mais consumidos. Os citadinos de Maputo refletem sobre os riscos ambientais e de saúde que o saco plástico representa.

Foi em 2015 que Moçambique iniciou uma guerra contra o plástico, com a aprovação do decreto nº 16/2015 de 5 de Agosto, que proíbe a comercialização e uso do saco de plástico no território nacional.

Volvidos três anos, o plástico continua a ser um dos produtos mais consumidos ao nível do país. Por exemplo na cidade de Maputo, em contentores de lixo nota-se o plástico a dominar os resíduos sólidos.

No cumprimento da Lei, alguns comerciantes entrevistados pelo "O País" dizem ser desafiante convencer, aos seus clientes a pagarem pelo saco de plástico no acto da compra.

Só para se ter uma ideia, entre 500 biliões e 1 trilião de sacos plásticos são consumidos anualmente em todo o mundo.

O Dia Internacional Sem Sacos Plásticos assinalado esta quarta-feira, apela à mudança de comportamento de todas as pessoas do mundo, relativamente ao uso dos sacos plásticos, devido ao seu mau impacto ambiental.
Dos entrevistados, há quem sugere a substituição do plástico pelo papelão.

Refira-se que os sacos de plástico são constituídos por resinas tóxicas oriundas do petróleo e levam cerca de 500 anos a decompor-se.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos