O País – A verdade como notícia

Assinados quatro acordos no âmbito da área de conservação

Foram assinados, esta quinta-feira, durante o jantar de gala da Conferência Internacional de Turismo, quatro acordos no âmbito da área de conservação. Os acordos foram assinados entre o Governo de Moçambique e  Peace Parks Foundation, Millennium Bim, Gregory C. Carr Foundation e  Grupo Farkuhar.

O representante do Millennium Bim, José Reino da Costa, disse que o acordo tem como objectivo impulsionar o Turismo Baseado na Natureza, contribuindo para geração de riqueza, criação de postos de trabalho e também para inclusão dos cidadãos nas zonas rurais.

“O parque Nacional de Gorongosa e o Arquipélago de Bazaruto já projectam o nome de Moçambique no Mundo e são um bom exemplo do melhor que Moçambique oferece”, disse da Costa, acrescentando que o Turismo baseado na Natureza pode e deve tornar-se numa prioridade do tecido empresarial do sector privado.

O Ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celsos Correia, disse que os acordos assinados irão servir para o Governo poder acompanhar o investimento estrangeiro e convidar a todos que tenham vontade a investir no turismo.

“É uma área que pode trazer retornos interessantes, já temos 50 milhões de dólares para começar e crédito bonificado para todos interessados em investir no turismo”, acrescentou Correia.

Correia disse que um dos acordos assinados prevê um investimento de 500 milhões de dólares no turismo, mas acima de tudo na conservação. Esse acordo vai permitir também que Moçambique tenha um centro científico em Inhambane.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos