O País – A verdade como notícia

As parcerias e os intercâmbios são indispensáveis no empreendedorismo

Helen Clarke partilhou, consultora com muitos anos de carreira, partilhou aos participantes do Mozefo Young Leaders estórias diversas de jovens sul-africanos, que no meio de dificuldades criaram oportunidades para superar dificuldades. Clarke, comparando a trajectória de um empreendedor com a duma maratona que se realiza anualmente na África do Sul disse que o sucesso é algo que vem, primeiro, quando acreditamos em nós. “Essa maratona ensina-nos as técnicas de como se tornar vencedor mesmo tendo em mente diversos riscos de percurso. Ao longo desse percurso conhecemos diversas pessoas. Todavia, o mais importante é manter as pessoas positivas ao lado”.

Aos jovens empreendedores, que atentamente acompanhavam as suas estórias, Clarke deixou conselhos: “Podemos aprender em todos aqueles que acreditam em nós; o dinheiro não e a única forma de rendimento; escolher aquilo que nos define é tudo”. Para Clarke, as parcerias permanentes, os intercâmbios contínuos são pontos que os jovens empreendedores devem, sempre, apostar e pôr em prática.

Paulo Ratilal, empresário, partilhou a sua trajectória como um jovem inovador e comprometido com o mundo de negócios. Tomando a sua estória de vida como exemplo de superação, desafiou os jovens a nunca desistirem do que são as suas maiores aspirações. “Eu assinei muitos contratos de trabalho quando estava com cancro. Os jovens devem procurar superar os seus limites e assim criar meios de realizar seus objectivos”.

Ratilal destacou a experiência que ganhou em diversos países africanos por onde passou como empresário e transmitiu a ideia de que o empreendedorismo deve ser visto como algo que transpõe fronteiras e que não pode ser visto como algo que se fecha num único sítio.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos