O País – A verdade como notícia

Artistas resgatam memórias através do Festival Ndzumba

No dia 03 de Novembro, no Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, vai acontecer o Festival Ndzumba. Uma iniciativa que visa homenagear vozes que deram brilho as lides musicais nacionais.

Aconteceu hoje, em Maputo, a Conferência de Imprensa sobre o Festival Ndzumba. Estiveram, numa única sala, músicos, jornalistas, produtores e artistas em geral.

Anunciou-se, na ocasião, que 11 artistas, já falecidos, serão homenageados em forma de festival no próximo Sábado. Trata-se de uma iniciativa que visa reconhecer as grandes vozes dos músicos que se destacam na cena artística nacional. Fora homenagear os artistas, a organização prevê oferecer bolsa de estudo para o ensino superior aos familiares directos dos artistas que serão revividos e reabilitar as suas respectivas casas.

O representante da Movitel, parceiro do evento disse que esse evento vai trazer uma grande importância no que diz respeito a valorização da cultura nacional. "A nossa empresa abraçou este projecto como forma de enaltecer a música moçambicana, apoiar a cultura".

A organização do evento reafirmou que através do festival, pretende enaltecer os feitos das grandes estrelas da velha guarda reabilitando casas de três músicos moçambicanos da “velha guarda”, bem como dar sete bolsas de estudo a igual número de filhos destes, numa acção em parceria com a Movitel, Universidade São Tomás de Moçambique (USTM) e a empresa de construção Deco.

O Reitor da USTM disse na sua intervenção que apoiar esse tipo de projectos é muito importante tendo em conta que a música é um vínculo de transmissão de valores de um determinado povo.

Representando os músicos que estarão em palco, Wazimbo expressou-se dizendo que "este festival é louvável porque vem amparar a ala artística que muitas fezes sente-se desamparada". Wazimbo destacou ainda a importância desse tipo de festival na eternização dos artistas que muitas vezes são esquecidos.

E porque o festival pretende reconhecer os familiares directos dos músicos já falecidos; Nelson Chongo, filho do casal Carlos e Zaida Chongo, disse que este é um momento único pelo qual sempre esperou. Uma oportunidade de elevação dos artistas que sempre elevaram a nossa bandeira. "Sempre aguardei por esse momento. Nunca esperava que chegaria uma oportunidade como essa que visa resgatar aqueles que sempre deram o seu melhor pela nossa cultura", disse Albino Nguenha, irmão do músico, já falecido, Jeremias Nguenha.

Festival Ndzumba vai reviver em forma de homenagem artistas como Fany Pfumo, Jeremias Nguenha, Zena Bacar, Lisboa Matavel, Carlos e Zaida Chongo, David Mazembe, Madala e outros. Neyma, Wazimbo, José Mucavel, Isau Menezes são alguns artistas que farão suas vozes vibrar neste festival.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos