O País – A verdade como notícia

Artistas imortalizam Bob Marley através do Festival de Reggae

Bob Marley é reconhecido como o pai do reggae no mundo e, através das suas músicas, foi partilhando a cultura de paz, amor, compaixão e a ideia de um mundo melhor. Por isso, para imortalizar a sua vida e obra, anualmente, o Roots Crib, com a produção dos the Groove Makers, junta os melhores fazedores de reggae nacional para um concerto, workshop, exibição de documentário, feira de gastronomia e artesanato e outras exibições culturais.

A acontecer pelo terceiro ano consecutivo, o Bob Marley Reggae Festival terá lugar no Parque Marginal, em Maputo, no dia 3 de Março, a partir das 12h00.

Trata-se de um evento que vai contemplar dois momentos: das 12h00 às 18h00 haverá workshop sobre as origens e a essência do rastafári com a coordenação da Comunidade Nyabingh, projecção de um documentário sobre vida e obra de Bob Marley, bem como algumas apresentações culturais; já das 18h00 em diante haverá o espectáculo propriamente dito com mais de 20 artistas em palco. O evento servirá para promover o conhecimento do rastafári e desmistificar sua associação ao tráfico de drogas.

Estará em palco uma grande nata de fazedores de reggae nacional: as bandas Colectivo Reggae, Nyambigh Drums e Axicunda. Quanto a performances individuais, o palco vai receber nomes como Bug Shagan, Might Vibration, Rodhalia, Roots, Ras Tosh, Ras Tony, Ras Ito, Ras Pacifico, Pika, Ducha Lichucha, Red Eye e Ras Soto.

Mais do que música, pretende-se um evento transversal dirigido a todas as classes sociais e idades, em que, obviamente, juntará amantes e apreciadores de música reggae e dance hall, mas também empreendedores artesanais e investigadores ou os interessados em aprofundar a cultura rastafári, um modo de vida que vai ganhando seu espaço em Maputo.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos