O País – A verdade como notícia

Arsénio Marrengula na final da Taça CAF e no Mundial do Qatar

Arsénio Marrengula foi nomeado pela FIFA para fazer parte da lista dos 129 juízes que vão apitar o Mundial do Qatar, que inclui 19 árbitros africanos, nomeadamente, sete principais, dez assistentes e dois VAR’s. Antes do Mundial, Marrengula estará na equipa que vai apitar, amanhã, a final da Taça CAF.

O árbitro internacional moçambicano Arsénio Marrengula foi nomeado para ser o segundo assistente do jogo da Final da Taça das Confederações Africanas, Taça CAF, esta sexta-feira, na Nigéria. Disputam a final da Taça CAF, Orlando Pirates, da África do Sul, e RB Berkane, do Marrocos.

Já não é novidade para Arsénio Marrengula estar nos grandes palcos do futebol internacional. Esteve nos Jogos Olímpicos, no torneio regional da Cosafa e no Campeonato Africano das Nações.

As suas boas prestações valeram chamada para a final da Taça CAF, prova que se disputa esta sexta-feira, na Nigéria. Marrengula será assistente do zambiano Janny Sikazwe, numa equipa que vai contar, ainda, com o angolano Jerson Emiliano, como primeiro assistente.

Esta é mais uma conquista para um árbitro que tem sido regular nas competições africanas, a par do também moçambicano Celso Alvação.

Num passado recente, Maringule ofereceu equipamento de arbitragem aos colegas da Associação Provincial de Futebol de Maputo, numa iniciativa que visava encorajar os colegas de profissão.

Os finalistas da Taça CAF são Orlando Pirates, da África do Sul, e Berkane, do Marrocos, cuja final será disputada a partir das 18 horas, no Godswill Akpabio International Stadium, em Uyo, Nigéria.

 

MARRENGULA TAMBÉM NO MUNDIAL DO QATAR

O árbitro assistente moçambicano foi também nomeado, esta quinta-feira, para o lote dos 129 juízes que estarão no Campeonato do Mundo do Qatar, de 21 de Novembro a 18 de Dezembro.

Este é ponto mais alto da carreira de Arsénio Marrengula, que, depois de ter estado nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, no Campeonato Africanos das Nações nos Camarões, em 2022, no torneio Cosafa, em 2021, vai ao Mundial de Futebol da FIFA, no Qatar.

Arsénio Marrengula faz parte do grupo restrito dos 129 árbitros seleccionados em vários países, dos quais 36 são principais, 69 assistentes e 24 do VAR. Além de Marrengula, dos assistentes, mais nove africanos foram chamados, com destaque para o angolano Jerson dos Santos, com quem estará na final da Taça CAF.

Dos árbitros principais, destaque para os sete árbitros africanos, nomeadamente, Bakary Gassama, da Gâmbia, Mustapha Ghorbal, da Argélia, Victor Gomes, da África do Sul, Salima Mukansanga, do Ruanda, Maguette Ndiaye, do Senegal, e Janny Sikazwe, da Zâmbia, que vai apitar a final da Taça CAF. Dos vídeos-árbitros, apenas dois africanos, ambos do Marrocos, nomeadamente, Redouane Jiyed e Adil Zourak.

A lista dos 129 árbitros não integra nenhum português.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos