O País – A verdade como notícia

Arrancou hoje julgamento do “caso INAHINA” 

Foto: o País

Iniciou hoje, na 8ª Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, o julgamento de um caso relacionado com o pagamento de salários a quatro funcionários fictícios afectos ao Instituto Nacional de Hidrografia e Navegação Marítima, no valor de cerca de 11 milhões meticais.

São arguidos no processo, Lurdes Alexandre Manhiça, Nildo António Matola, Nádia Filipe Issufo Guamba, Júlio Tomás, Laura Manuel Zuca, Adelina Mário Sitoe, Amanda Felisberto Mavie, Helena Nina Chival e Gertrudes Salvador Muguambe.

Os cidadãos na barra da justiça são indiciados de prática de crimes de peculato, abuso de cargo, falsificação por servidor público no exercício das funções e falsificação por uso ilícito de instrumentos legítimos.

As diferentes acções levadas a cabo pelos arguidos lesaram o Estado moçambicano em 10.987.980.52 Meticais.

O processo em julgamento foi movido pelo Gabinete Central de Combate à Corrupção.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos