O País – A verdade como notícia

Arranca na segunda-feira o atendimento por marcação para a emissão de BI’s

Foto: Jornal Zambeze

A Direcção Nacional de Identificação Civil chamou, hoje, a imprensa para anunciar que a partir da próxima segunda-feira, inicia o atendimento por marcação para a emissão dos Bilhetes de Identidade (BI’s) nas cidades de Maputo e Matola.

De acordo com o porta-voz da Direcção Nacional de Identificação Civil, Alberto Sumbana, a iniciativa surge em resposta às medidas de prevenção da COVID-19 como é o caso da redução de enchentes em instituições públicas.

Ainda não se sabe ao certo quantas pessoas poderão ser atendidas por dia, mas basta o utente entrar no site da Direcção Nacional de Identificação Civil, www.dnic.co.mz para marcar o dia e hora que pretende ser atendido.

Entretanto, o site poderá indicar os dias disponíveis para a marcação, devendo rejeitar alguns pedidos em função do número de pessoas que já requereram o documento na mesma. Sobre quantas pessoas poderão ser atendidas por dia, a Direcção Nacional de Identificação diz que ainda não se sabe.

De forma gradual, o atendimento por marcação em outras capitais provinciais poderá ser implementada gradualmente, mas sem ainda uma data para o efeito!

 

DNIC PROCURA PARCEIROS PARA EMITIR BI’S PARA OS DESLOCADOS

Foram forçados a deixar suas casas, alguns viram seus familiares degolados pelos terroristas e pouco ou quase nada levaram senão suas vidas. Actualmente, o que os caracteriza é o adjectivo deslocado e sem nenhum bilhete de identidade.

A Direcção Nacional de Identificação Civil sabe que os mais de 800 mil deslocados não têm documentos e garante estar a mobilizar os agentes económicos com objectivo de conseguir dinheiro para emitir Bilhetes de Identidade (BI’s) para os deslocados.

O porta-voz da instituição, Alberto Sumbana, diz não haver ainda datas para a emissão de BI’s para as vítimas de terrorismo, que estão nos centros de acolhimento, porque tudo depende da boa vontade dos agentes económicos.

Sumbana refere, ainda, que por conta do terrorismo, a emissão de documentos está suspensa em alguns distritos de Cabo Delgado, nomeadamente, Mocímboa da Praia, Palma e Macomia.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos