O País – A verdade como notícia

Arguidos do caso de fuga ao fisco presos preventivamente

O juiz Eusébio Lucas, da Secção de Investigação Criminal do Tribunal Judicial da cidade de Maputo, determinou, na madrugada de hoje, ao fim da prolongada sessão da legalização das prisões, que todos os oito arguidos detidos na segunda-feira, em conexão com o caso de fuga aos fisco devem ser mantidos em prisão preventiva.

A sessão começou no início da tarde de ontem e prolongou-se até 03 horas da madrugada desta quinta-feira, quando o juiz da instrução, Eusébio Lucas considerou, ouvidos os arguidos e o Ministério Público, que o mais adequado é mantê-los prisão preventiva, enquanto aguardam pelo julgamento. Contudo, alguns advogados não concordam com a decisão de Eusébio Lucas por isso, asseguraram que poderão interpor recurso.

A sessão de ontem foi para a legalização da prisão de oito dos nove arguidos que foram detidos na última segunda-feira. Entretanto, o “O País” sabe que enquanto os oito chegavam no Tribunal, o nono arguido era detido algures na cidade de Maputo.

Supõe-se que o nono arguido, de acordo c informações apuradas junto a fontes da PGR, seja a pessoa que desenhou todo o esquema para que se fizesse a emissão de isenções ilegais para a importação de viaturas, culminando com lesão ao Estado em 1.1 mil milhões de meticais (18.6 milhões de dólares).

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos