O País – A verdade como notícia

Arábia Saudita anuncia adesão ao apoio para combater terrorismo em Cabo Delgado

A Arábia Saudita anunciou a sua adesão ao apoio na luta contra o terrorismo em Moçambique, através de acções que estarão centradas na capacitação das Forças de Defesa e Segurança (FDS).

O anúncio foi feito pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed Bin Salman, durante a conferência de Investimentos em África, que ontem terminou na capital francesa, Paris.

“Estamos, actualmente, a trabalhar com os nossos parceiros nos países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), especialmente com a África do Sul, para apoiar as capacidades das Forças de Defesa e Segurança em Moçambique para combater os grupos extremistas e manter a segurança, estabilidade e o desenvolvimento económico no país”, disse o monarca.

A Arábia Saudita, que faz parte da Coligação Internacional, liderada pelos Estados Unidos da América, para a luta contra o Estado Islâmico, junta-se, assim, ao movimento crescente de países e organismos internacionais, solidários com a luta de Moçambique contra o terrorismo.

 

FINANCIAMENTO A ÁFRICA

Na ocasião, o Príncipe saudita anunciou a disponibilização de um pacote financeiro de 100 milhões de euros para financiar investimentos nos países africanos.

No plano de segurança, Riade anunciou o apoio aos esforços internacionais e regionais, com destaque para as acções da União Africana, para a estabilidade e resolução de conflitos no continente africano.

Ainda no que diz respeito ao apoio ao desenvolvimento, o monarca saudita anunciou, para este ano, um pacote bilionário para créditos e doações aos países africanos em desenvolvimento.

“A Arábia Saudita tem projectos futuros, empréstimos e doações que o Fundo Saudita para O desenvolvimento vai implementar nos países em desenvolvimento na África, num valor de um bilião de dólares, durante o ano em curso”, anunciou o monarca.

O Fundo Saudita para o Desenvolvimento, que está activo há quatro décadas, já disponibilizou um total de USD 13,5 biliões, a título de créditos e doações a 45 países africanos.

No âmbito multilateral, o Governo saudita, que actualmente preside o G20, grupo de países mais desenvolvidos, anunciou, também, uma iniciativa de 200 milhões de euros, para desenvolver os países do Sahel, em parceria com a Agência Francesa de Desenvolvimento.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos