O País – A verdade como notícia

AR quer que Ossufo Momade seja mais interventivo no processo de pacificação do país

A Assembleia da República quer que Ossufo Momade, presidente da Renamo,  seja mais interventivo no processo de pacificação do país, encetando diálogos com a Junta Militar, para se por fim aos ataques armados em Sofala e Manica.

A Assembleia da República, através da Comissão de Defesa e Segurança, que nesta semana esteve a trabalhar na província de Sofala, encorajou a liderança da Renamo para persistir nos contactos com a auto-proclamada Junta Militar da Renamo, composta por antigos guerrilheiros dissidentes deste partido, no sentido dos mesmos deporem as armas e fazerem parte do processo de DDR.

Refira-se que a Junta Militar da Renamo surgiu em Agosto do ano passado e desde lá tem sido liderada pelo major General Mariano Nhongo, com objectivo de destituir Ossufo Momade do cargo de presidente da Renamo e tem estado a impor novos modelos no processo do DDR, com recursos a ataques violentos nas províncias de Sofala e Manica que já fizeram mais de uma dezena de mortos e danificação de vários bens.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos