O País – A verdade como notícia

AR discute criação do Conselho Coordenador do GIFiM

A Assembleia da República vai rever, na sessão que arranca já próxima semana, a lei que cria o Gabinete de Informação Financeira de Moçambique (GIFiM). A Comissão de Defesa, Segurança e Ordem Pública do Parlamento ouviu esta quarta-feira, em audições separadas, o Serviço de Informação e Segurança do Estado, SISE, e o Centro de Integridade Pública, CIP sobre a matéria.

De acordo com o presidente desta comissão, pretendia-se incluir no Conselho Coordenador que se quer criar dentro do GIFiM, o Serviço de Investigação e Segurança do Estado. Entretanto, o director-geral do SISE disse não ser pretensão da sua instituição fazer parte da equipa coordenadora do Gabinete de Informação Financeira.

“O Gabinete de Informação Financeira é muito importante para o país porque combate o branqueamento de capitais e procura evitar o financiamento ao terrorismo”, explicou o presidente da Comissão parlamentar de Defesa, Segurança e Ordem Pública, para depois justificar que “Muitas das descobertas de branqueamento de capitais acontecem através do SISE. O SISE está em todo o sítio para descobrir situações como a de financiamento de terrorismo, daí que pensamos que o Serviço de Informação devia fazer parte do Conselho Coordenador do GIFiM”.

Lembre-se que a sétima sessão da Assembleia da República, na qual vai se discutir a revisão da Lei que cira o Gabinete de Informação Financeira de Moçambique arranca no dia 28 de Fevereiro corrente, quarta-feira da próxima semana.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos