O País – A verdade como notícia

Apenas 35% de crianças dos nove aos 11 anos têm mínimo de refeições diárias no país

Uma em cada duas crianças em Moçambique sofre de desnutrição crónica e apenas 35 por cento de petizes, dos nove aos 11 anos de idade, têm o mínimo de refeições diárias, segundo indicou a Primeira-dama da República. Isaura Nyusi falava esta sexta-feira, na província de Maputo, durante o lançamento da Semana Mundial de Aleitamento Materno.

Apesar dos esforços do Governo para reduzir o índice de desnutrição crónica infantil, persistem desafios nesta área, segundo indicou Isaura Nyusi. Entretanto, “nem tudo está mal”, assegurou, tendo indicado que “a taxa de aleitamento materno exclusivo, por exemplo, aumentou de 43% para 55% em 2015. O início do aleitamento materno, na primeira hora, também aumentou de 69% para 77%”.

No seu discurso, Isaura Nyusi disse que há muito que deve ser feito para que todas as crianças se beneficiem da amamentação logo na primeira hora e garantir aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de forma contínua até aos dois anos.

Neste contexto, como estratégia, o Governo estendeu para três meses o período de licença de maternidade, como forma de garantir que a mãe tenha mais tempo para amamentar a criança.

“Em 2018, foi criado o banco de sangue humano, para aquelas crianças em que a mãe não tenha condições de amamentar; criámos grupos de apoio à amamentação na comunidade, o projecto Hospital Amigo da Criança e o incentivo da participação de homens nas consultas pré-natais para o apoio às mães”, acrescentou Isaura Nyusi.

Durante o mês de Agosto, a Saúde levará a cabo campanhas de doação do leite materno nas comunidades.

A Semana Mundial do Aleitamento Materno tem como objectivo estimular e promover a amamentação e melhorar a saúde das crianças e das mães no mundo, tornando o ambiente mais saudável e propício para uma alimentação infantil segura e sustentável.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos