O País – A verdade como notícia

Antropólogo defende transparência no processo de exploração dos recursos naturais

O antropólogo, Hélder Nhamazi, defende que os recursos naturais podem deixar se ser uma bênção no seio dos moçambicanos se não haver inclusão e transparência no processo de exploração.

Hélder Nhamazi falava no fórum Nacional do mecanismo de revisão de pares decorrido terça-feira em Quelimane. O antropólogo falou da necessidade da observância da transparência por parte do Estado no processo de exploração dos recursos naturais.

“Já temos um conjunto de conquistas, temos recursos naturais, mas o desafio que está associado é garantir que haja uma gestão que seja transparente e participativa”, disse Nhamazi.

O antropólogo disse que quanto a prestação de contas sobre os recursos, ainda é um desafio, contudo,  há um avanço com uma maior participação da sociedade civil
Nhamazi fez saber que a falta de uma consulta comunitária no local de exploração dos recursos pode significar problema de difícil gestão.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos