O País – A verdade como notícia

Antigo Primeiro-Ministro da Guiné-Bissau indiciado por vários crimes

O antigo primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, é indiciado por vários crimes, segundo o procurador-geral da República (PGR) da Guiné-Bissau, Fernando Gomes.

“Sim, confirmo. Está indiciado por vários crimes e oportunamente vamos falar à imprensa sobre essa situação”, afirmou Fernando Gomes, ao ser questionado pela imprensa sobre o assunto, disse a Lusa.

O magistrado acrescentou que não há nenhuma perseguição a Aristides Gomes e há um trabalho em curso com a Organização das Nações Unidas (ONU) em relação à matéria, uma vez que Aristides Gomes está sob custódia desta organização há vários meses, apesar de a mesma nunca o ter confirmado oficialmente.

O Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) pediu à ONU, bem como à restante comunidade internacional, para “assegurarem a permanência de Aristides Gomes nas instalações das Nações Unidas, em condições de segurança e dignidade para garantia da sua integridade física e moral”, indica ainda a Lusa.

Ademais, questionado sobre as denúncias do PAIGC de perseguição aos seus dirigentes e antigos membros do Governo de Aristides Gomes, o Fernando Gomes disse para fazerem uma “denúncia no Ministério Público”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos