O País – A verdade como notícia

Angola e Zimbabwe eleitos para Conselho de Paz e Segurança da UA

Dois países da Comunidade para o Desenvolvimento da Africa Austral (SADC) foram eleitos para o Conselho de Paz e Segurança da União Africana (UA), escreve a AIM.

Trata-se de Angola e Zimbabwe, propostos pela SADC no quadro da sua visão estratégia monolítica da região que permite propor candidatos para os órgãos da organização continental numa base consensual.

Ao todo foram eleitos 10 membros para integrar o Conselho de Paz e Segurança, durante os próximos dois anos.

As eleições para este órgão tiveram lugar na reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros (Conselho Consultivo) que antecede a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da UA.

No encontro, Moçambique fez-se representar por uma delegação chefiada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, José Pacheco.

Os 10 nomeados deverão ser homologados pelos líderes africanos dos 55 países membros da organização. A cimeira deverá igualmente aprovar a nomeação de um membro do Conselho Consultivo da UA sobre a corrupção, lema do evento, e confirmar o Gabão como membro do Conselho da Universidade Pan-africana.

Coincidência ou não, os Presidentes de Angola e Zimbabwe são esperados em Addis Abeba para, pela primeira vez, participarem na Cimeira como estadistas.

João Lourenço foi eito nas eleições de gerais de Agosto de 2017 e Emmerson Mnangagwa assume interinamente a presidência zimbabweana, após o afastamento de Robert Mugabe, também no ano passado.

A cimeira será marcada ainda pela participação de outro novo estadista, o Presidente da Libéria, George Weah, antigo astro de futebol, recentemente empossado após a vitória nas eleições gerais, onde substitui Ellen Sirleaf, primeira mulher africana a governar um país

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos