O País – A verdade como notícia

Ângela Leão diagnosticada com traumatismo craniano grave

Foto: O País

É público que a ré Ângela Leão tem faltado às sessões do julgamento, na Cadeia de Máxima Segurança Machava, província de Maputo, por problemas de saúde. Por isso, na última terça-feira, Efigénio Baptista foi à cadeia onde está presa Ângela Leão para se inteirar do tratamento que ela recebe. O juiz falou com a própria ré e com a direcção do estabelecimento e ficou a saber que Ângela Leão tem sido levada ao hospital para cuidados médicos.

De acordo com Efigénio Baptista, numa das idas à consulta médica, Ângela Leão foi diagnosticada com traumatismo craniano grave. Porque a médica do Serviço Nacional Penitenciário tem reservas em relação a esse diagnóstico, pediu o mesmo exame que foi feito em uma clínica para que fosse realizado no Hospital Central de Maputo ou Mavalane. Ângela Leão foi ao hospital público para se verificar se a ré tem traumatismo craniano grave como disseram na clínica.

“Se se concluir que [Ângela Leão] não tem o que o médico que fez aqueles relatórios disse, o tribunal vai instar o Ministério Público a instaurar um procedimento criminal”.

O estabelecimento prisional queixou-se ao juiz do alegado mau comportamento da ré. Segundo disse Efigénio Baptista, a ré foi encontrada com um telemóvel e uma quantia de três mil meticais. A ré introduzia celulares nas celas e isso não aconteceu uma vez.

O advogado de Ângela Leão disse que a questão dos telemóveis não é exclusiva da ré, pois há muitos condenados com telefones nas celas.

Efigénio Baptista explicou ainda as mudanças que efectuou ao calendário da audição de declarantes, dizendo que não significam a retirada de algum deles, como circulou na imprensa esta semana. O tribunal anunciou a recepção de mais documentos sobre a Txopela, submetidos ao Ministério Público pelos antigos gestores daquela empresa.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos