O País – A verdade como notícia

Angariados USD 1.2 mil milhões para reconstruir zonas afectadas pelos ciclones

No segundo e último dia da conferência internacional de doadores 21 instituições internacionais e países anunciaram os montantes que têm disponíveis para ajudar Moçambique na reconstrução pós ciclones Idai e Kenneth. Ao todo o governo necessita de 3,2 mil milhões de dólares mas este sábado só conseguiu angariar 1,2 mil milhão. Os valores foram disponibilizados pelas seguintes instituições internacionais:

Banco Mundial – 470 Milhões de Dólares
União Europeia – 200 Milhões de Euros
Fundo Monetário Internacional – 118 Milhões de Dólares
Banco Africano de Desenvolvimento – 95 Milhões de Dólares
Nações Unidas – 25 Milhões de Dólares

Houve apenas uma instituição filantrópica, a Rede Aga Khan que anunciou 18 Milhões de Dólares e 15 países, dos quais apenas um africano a Guiné-Equatorial que disponibilizou 2 milhões de dólares. Entre os países o Japão pretende alocar a sua ajuda anual ao país que é de 150 milhões de dólares para a reconstrução. Os Estados Unidos da América disponibilizaram 100 milhões de dólares, depois de ter doado 80 milhões na fase de emergência. Portugal, Alemanha, Áustria, Países Baixos, Reino Unido, França, Noruega, Canadá, Bélgica, Suécia, Espanha e Itália anunciaram ajudas que variam de 7 a 50 milhões de dólares.

Todos eles comparticiparam em ajudas durante a emergência e alguns prometeram apoios adicionais futuramente.

O Chefe de Estado que dirigiu a cerimónia prometeu transparência na gestão dos fundos.

Filipe Nyusi diz que o custo dos bens e serviços a serem contratados devem reflectir o custo real.

Por outro lado pediu aos doadores para acelerarem o desembolso dos valores.

E deixou garantias de pessoalmente se esforçar para que a reconstrução das zonas afectadas decorra num clima de paz.

A conferência internacional de doadores durou dois dias e juntou mais de 400 pessoas.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos