O País – A verdade como notícia

André Magibire orienta abertura oficial da “caça ao voto” na Matola

Em representação do presidente da maior formação política da oposição no país, Ossufo Momade, André Magibire fez parte de uma caravana pelas ruas e avenidas da cidade da Matola.

No mercado Malhampswene, onde dirigiu um comício, o político mostrou-se confiante na vitória da Renamo e do seu candidato à Presidência da República. Disse que, desta vez, não haverá espaço para roubo de votos, tal como alegadamente aconteceu em 2014.

“Agora, vamos prestar muita atenção. De 2014 até hoje estamos a ser mal governados por aqueles que roubaram os nossos votos. Esses senhores nos mergulharam numa pobreza absoluta por terem contraído dívidas sem o consentimento do povo moçambicano. Quem contratou as dívidas ocultas? Não estou a ouvir bem, quem foi? Quem está a sofrer por causa das dívidas? São de que partido?”, questionou André Magibire, numa interacção com a população.

O secretário-geral da Renamo disse ainda aos eleitores que com a governação de António Muchanga, que concorre a governador da província de Maputo, e de Ossufo Momade, os problemas sociais básicos irão acabar.

“Neste momento, o que estamos a assistir neste país” é uma governação “por corruptos que estão a estragar tudo. A educação já não é de qualidade. Se formos a pegar um jovem da décima segunda classe e compará-lo com um idoso da terceira classe do antigo sistema vão perceber que o idoso sabe melhor escrever que o jovem. Por isso, nós estamos aqui para pedir o vosso voto, para votarem no nosso candidato presidencial Ossufo Momade. E para o cargo de governador da província de Maputo o vosso candidato é António Muchanga”, indicou Magibire.
Outra promessa da Renamo é a aposta no ensino técnico-profissional. De acordo com Magibire, “quando a Renamo e o seu candidato presidencial ganharem (as eleições), nós vamos melhorar as condições de ensino. Se calhar podem perguntar como é que faremos! Não se pode falar de empreendedorismo sem que se crie condições. Nós vamos potenciar o ensino técnico-profissional”

Melhoria das condições de trabalho e salariais de polícias, professores e profissionais de saúde foram outras promessas deixadas pelo secretário-geral da Renamo.

Lembre-se que a campanha eleitoral que iniciou último sábado terá duração de 43 dias.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos