O País – A verdade como notícia

Amnistia apela aos partidos a respeitarem direitos humanos

A Amnistia Internacional (AI) apela aos partidos políticos que concorrem às eleições de 15 de Outubro para respeitarem os direitos humanos.

"Os partidos políticos e candidatos que disputam as eleições têm de se comprometer com uma cultura de respeito pelos direitos humanos", apelou o diretor regional da AI para a África Austral, Deprose Muchena.

O movimento considera que à medida que se aproximam as eleições, os activistas, jornalistas e dirigentes da sociedade civil "estão a enfrentar mais riscos" pelo que os concorrentes às eleições "devem levar a sério" o assunto.

"O respeito integral pelos direitos humanos de todas as pessoas deve ser a nova pedra angular do Moçambique pós-eleições. Tudo o que seja menos não é aceitável", concluiu o diretor.

No dia 15 de Outubro, 12,9 milhões de eleitores moçambicanos vão escolher o Presidente da República, 10 governadores provinciais, 250 deputados da Assembleia da República e membros das assembleias provinciais.

As próximas eleições gerais serão as sextas no país, desde a introdução da primeira Constituição da República multipartidária, em 1990.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos