O País – A verdade como notícia

Alemanha disponibiliza 26 milhões de euros para ajuda humanitária e alívio dos impactos da COVID-19

O Governo Federal da Alemanha disponibilizou 26 milhões de euros, o equivalente a 1.9 mil milhões de meticais, ao Programa Mundial para a Alimentação (PMA) em Moçambique, em prol da resposta humanitária no norte de Moçambique, face a deterioração da situação de segurança em Cabo Delgado, que já deslocou mais de 800 mil pessoas, e para fazer face aos impactos causados pela pandemia da COVID-19.

De acordo com um comunicado conjunto enviado hoje a nossa redacção, o valor vai ser para “comprar e armazenar alimentos face à época chuvosa de 2021/2022 que se avizinha, a fim de salvaguardar quaisquer perturbações na assistência devido a possíveis restrições logísticas decorrentes das chuvas”, lê-se na nota.

Segundo o Embaixador da Alemanha em Moçambique, Lothar Freischlader, “a Alemanha, enquanto segunda maior doadora bilateral de ajuda humanitária, duplicou sua contribuição, pois o importante para nós é atender as necessidades das pessoas afectadas por crises e desastres, por isso, sinto-me orgulhoso destes fundos que, sem dúvidas, chegam num momento em que a população de Cabo Delgado mais precisa para sobreviver e se reerguer”, refere.

A nota diz, igualmente, que parte dos fundos serão canalizados ao PMA por meio do KfW – Banco de Desenvolvimento Alemão – com o intuito de garantir a segurança alimentar e contribuir para a mitigação dos impactos económicos e sociais da pandemia da COVID-19, nas Províncias de Tete e Zambézia, com particular destaque para os grupos mais vulneráveis, como mães, crianças e idosos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos