O País – A verdade como notícia

Alemã Oiltanking expande negócios em Moçambique

A empresa alemã Oiltanking passou a dispor de um novo terminal de armazenamento na Matola e expandiu os investimentos nos portos da Matola e da Beira através do aumento de 60% para 80% da participação directa na Oiltanking Mozambique, informou a empresa com sede em Hamburgo, subsidiária do grupo Marquard & Bahls AG, citada pelo Macauhub.

A empresa informou ainda em comunicado que o terminal da Matola recebeu o primeiro navio em Novembro último, sendo que a presente capacidade de armazenamento de 58 600 metros cúbicos pode vir a ser alargada, atendendo a que existe terreno para garantir a sua expansão.

O terminal tem um molhe com capacidade para receber navios com um calado máximo de 11,5 metros e dispõe ainda de instalações para carregamento de composições ferroviárias e de camiões, a fim de servir a região sul do país, os países vizinhos Swazilândia, Zimbabwé e Botswana e as províncias norte da África do Sul.

“Moçambique é uma das principais plataformas de trânsito de produtos petrolíferos da costa oriental de África”, disse Lo Vanhaelen, director-geral da Oiltanking Matola.

A empresa está também a estudar a construção de mais um terminal no porto da Beira, a fim de facilitar a importação de produtos petrolíferos para abastecer tanto a região central de Moçambique como o Zimbabué, Malaui, Zâmbia e República Democrática do Congo.

A Oiltanking possui e opera 80 terminais de 24 países com uma capacidade de armazenamento combinada de 21 milhões de metros cúbicos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos