O País – A verdade como notícia

Aldino Muianga homenageado pelos 30 anos de carreira

O Jardim Tunduro, local onde decorre mais uma edição da Feira do Livro de Maputo, foi, uma vez mais, palco de manifestações artísticas, como música, teatro e declamação de poemas. Tudo para celebrar a grandiosidade do escritor, professor e cirurgião, Aldino Muianga.
Depois de ano passado o Conselho Municipal ter homenageado Juvenal Bucuane, nesta edição da Feira foi a vez de Aldino, autor com 30 anos de carreira literária, que o permitiram publicar 15 livros.

Para o autor, porta de entrada para quem quer conhecer Maputo por via da literatura, a homenagem constitui uma grande surpresa. Depois, não deixou de agradecer ao apoio da esposa. "Agradeço à minha esposa, pela inspiração. Com ela partilho este momento porque muito do que que escrevi foi por ela inspirado".

Para o Presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo e Ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, Aldino Muianga é um homem com um conhecimento invejável e há muito que aprender com o escritor. "Temos muito a aprender do Aldino, que durante os 30 anos e uma cintilante carreira prendeu os seus leitores, assim como inspirou gerações, contribuindo para a literatura moçambicana", David Simango.

"Esta homenagem poderá ajudar as nossas crianças a sentirem-se cada vez mais inspiradas para saber o que é ler e escrever, porque só através da leitura e escrita teremos outros Aldinos Muiangas", disse Conceita Sortane.

Das 15 obras que compõem o reportório literário de Muianga, a última foi lançada terça-feira, pela editora Cavalo do Mar. O romance é intitulado Asas quebradas, e é uma busca pela identidade.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos