O País – A verdade como notícia

Águas do mar forçam reassentamento de 60 famílias em Inhambane

Com o acalmar do tempo, esta tornou-se uma semana tranquila para os residentes do bairro Chalambe, em Inhambane. Mas o mesmo não acontece em semanas de marés-altas, em que diversas famílias ficam dias sem dormir, uma vez que a água da praia chega a inundar suas residências.

Conforme narram, em dias de maré alta a água chega até o interior das residências, forçando a saída dos residentes daquele bairro.

Para minimizar a situação, conselho municipal de Inhambane iniciou a construção de 60 casas do tipo um e dois, para reassentar igual número de famílias. Mas o reassentamento não agrada a todos, que alegam que as casas são pequenas para maior número de pessoas de cada família.

Entretanto, o edil de Inhambane não vê problema nisso até porque, segundo ele, as “casas foram feitas a pensar nesse tipo de situações”.

“São 60 casas do tipo evolutiva. Isso significa que depois as famílias podem aumentar mais compartimentos”, afirmou Benedito Guimino, que acrescentou que “as casas são feitas com material acessível precisamente para permitir que as famílias possam aumentar os espaços”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos