O País – A verdade como notícia

AgroMozal capacita perto de 300 agricultores

Perto de 300 agricultores, da província de Maputo, estão a ser capacitados em matéria agrícola no âmbito do projecto AgroMozal. A Administradora da Fundação Soico disse que a capacitação visa, sobretudo, introduzir técnicas científicas na agricultura com vista aumentar a produção e produtividade.

A agricultura continua sendo a principal actividade económica em Moçambique, absorvendo cerca de 80% da população activa. Entretanto, a maior parte dos camponeses ainda não tem conhecimento de técnicas que os ajudem a incrementar a produção e produtividade.

Assim, a Fundação Soico, juntamente, com a multinacional Mozal, está a implementar uma iniciativa denominada AgroMozal cujo objectivo é dar assistência técnica aos agricultores. E esta terça-feira, perto de trezentos agricultores de nove associações beneficiaram de uma capacitação em matéria de tratamento dos solos.
Além de ajudar no aumento da produção e produtividade, Graciete Carrilo disse que o projecto visa, igualmente, fazer com os agricultores sejam autossuficientes.

Na verdade, a formação não traz nada de novo fora àquilo que os camponeses vinham fazendo, tal como explica o docente de agronomia da Universidade Eduardo Mondlane. E os benificiários da iniciativa agradecem e prometem resultados animadores.

O projecto AgroMozal prevê apoiar, durante dois anos, um total de 10 associações dos distritos de Boane e Namaacha, na província de Maputo.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos