O País – A verdade como notícia

Agente da polícia suicida-se dentro do posto de trabalho em Inhambane

Um começo de ano sombrio para a Polícia da República de Moçambique (PRM) em Inhambane. Um agente afecto ao Posto Policial de Mawayela, no distrito de Panda, pegou numa arma de serviço que estava em sua posse e atirou na própria cabeça, tendo perdido a vida imediatamente no local.

Segundo Juma Dauto, do Comando Provincial da PRM em Inhambane, o agente tomou o seu almoço junto dos colegas e, em seguida, despediu-os alegando que ia descansar.

Foi precisamente nesse instante, dentro da casota, que o agente empunhou uma arma do tipo AK-47, carregou-a e atirou na própria cabeça.

Quando os colegas ouviram o tiro, foram a correr para a casota, mas já era tarde e encontraram o corpo do referido agente deitado na cama e ensanguentado.

Juma Dauto disse ao “O Pais” que os colegas directos do membro da PRM disseram ter visto ele por muito tempo ao telefone e a discutir com alguém da família, sem no entanto revelar quem e nem as razões que levaram o malogrado a tomar a decisão de pôr fim à própria vida.

Este é o segundo caso de um agente da Polícia que coloca fim à própria vida em menos de seis meses. Outro caso deu-se em Junho do ano passado, na cidade da Maxixe, e com os mesmos modus operandi. O referido agente estava na sua casa, quando pegou numa arma de fogo e, também, atirou na própria cabeça.

Fontes próximas à família dizem que o agente tinha problemas com a esposa.

O comando da PRM em Inhambane prefere não comentar os casos em particular e diz que não se pode olhar para o fenómeno apenas dentro da corporação.

Aliás, Juma citou como exemplos vários casos de professores, psicólogos, estudantes e até líderes comunitários que colocaram fim as próprias vidas sem motivos aparentes.

Refira-se que os dois agentes da Polícia usaram as armas que lhes tinham sido atribuídas no serviço, para se suicidarem.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos