O País – A verdade como notícia

Agência Metropolitana de Maputo promete autocarros para resolver escassez de transporte

Até 2023 o problema de transporte estará resolvido com importação de mais viaturas movidas a gás. A garantia é dada pela Agência Metropolitana de Transportes de Maputo. A instituição reconhece, porém, que dificuldades de transporte persistem e o problema deve-se à falta de dinheiro para a aquisição de autocarros.

A falta de transporte na cidade e província de Maputo é um problema antigo. António Matos, PCA da Agência Metropolitana de Transporte de Maputo, relaciona falta de meios circulantes para a deslocação dos citadinos com a dificuldade de fundos, mas garante que até 2023 o problema estará ultrapassado.

António Matos disse que Moçambique produz gás e partir dele gera energia eléctrica. “Temos varias estações que podem encher o gás” nas viaturas e aquisição destas é para melhorar o transporte e a oferta aos citadinos, bem como “reduzir os custos” relacionados com o combustível.

“O litro equivalente do gás é de cerca de 50 por cento inferior ao litro do diesel”, disse o dirigente, acrescentando que um dos produtos que torna a actividade de transporte onerosa “é o combustível. Os nossos operadores têm feito sacrifícios enormes” para trabalhar “com poucos passageiros (…)”.

Segundo António Matos, a instituição que dirige está a trabalhar com diversos parceiros da edilidade e sob supervisão do Governo, para tornar o projecto de alocação de viaturas uma realidade.

“Estamos todos empenhados” para que a aquisição de viaturas movidas a gás “aconteça” até 2023.

Para que isso seja possível, não basta o que a Agência Metropolitana de Transporte de Maputo tem estado a fazer. “Precisamos também do apoio do passageiro. Estamos, por exemplo, a implementar o bilhete eletrónico e temos já uma grande adesão de passageiros, mas há ainda pessoas com atitudes ante transporte público”, quando alegam que as acções em curso nesse sentido “não são verdadeiras”.

A Agência Metropolitana de Maputo tem, em toda a província de Maputo, cerca de 750 mil autocarros em circulação.

António Matos falava na Stv Notícias, no programa Manhã Informativa, a propósito do 10 de Novembro, dia em que a cidade de Maputo celebra 133 anos de elevação à categoria de urbe.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos