O País – A verdade como notícia

África do Sul regista 4.631 novas infecções em 24h

A África do Sul registou ontem o maior número de casos da COVID-19, dos últimos três meses. O ministro da Saúde considerou que se trata do ressurgimento de infecções preocupantes e o sector espera que a situação não saia do controlo.

O Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis na África do Sul anunciou que na sexta-feira houve 4.631 novas infecções pela COVID-19, e no dia anterior tinham sido registados 4.406 novos casos, o que mostra um aumento de quase 1.300 pessoas com o vírus face à média da semana passada.

Mais da metade das 4.631 novas infecções na sexta-feira foi registada na província de Gauteng, a mais populosa, que inclui Joanesburgo, enquanto a província de KwaZulu-Natal, há dias arrasada pelas inundações, registou o segundo maior número de novos casos.

O ministro sul-africano da Saúde, Joe Phaahla, confirmou que, nos últimos dias, há sinais preocupantes de um aumento de infecções. Entretanto, o sector espera que haja mais estabilidade no controlo da pandemia.

No início de Março, o país esteve 48 horas sem uma única morte relacionada com a COVID-19, tendo sido a primeira vez que tal aconteceu desde 2020.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos