O País – A verdade como notícia

África do Sul cobra bebidas açucaradas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) saudou o Parlamento da África do Sul por aprovar a lei da cobrança de um imposto sobre bebidas açucaradas, a partir de 2018.

O representante da OMS na África do Sul, Rufaro Chatora, disse que os legisladores devem ser elogiados pela firmeza diante da imensa pressão da indústria, bem como da perspectiva e determinação de colocar a saúde dos cidadãos acima dos lucros das empresas.
Numa nota, o representante da OMS na África do Sul disse que a medida é corajosa e poderosa para a promoção da saúde dos cidadãos e a redução das doenças crónicas relacionadas à dieta. A diabetes está entre as enfermidades a acautelar um imposto sobre bebidas açucaradas.

A medida coloca a África do Sul na vanguarda de um movimento global para enfrentar o grande risco do aumento de casos de doenças crónicas no país e no mundo.

O da OMS representante declara que o Parlamento sul-africano mostrou que existem medidas viáveis para vencer as doenças crónicas e lidera o processo a ser seguido por outros países africanos e do mundo.
Com essa decisão, a África do Sul junta-se a mais de 30 países que introduziram um imposto sobre bebidas açucaradas, entre os quais o Reino Unido e os Emirados Árabes Unidos. A recomendação da OMS é que os governos introduzam uma tributação efectiva sobre as bebidas açucaradas, para ajudar a reduzir o consumo excessivo de açúcar.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos