O País – A verdade como notícia

África do Sul autoriza infectados pela COVID-19 a quebrar isolamento

Foto: Outrasmidias

Os infectados pela COVID-19 na África do Sul podem levar a sua vida normalmente, ir para onde precisam, incluindo o trabalho, e estar com quem desejam, desde que sejam assintomáticos. Devem, contudo, manter as medidas de prevenção como o uso de máscara e evitar aglomerações.

O País mais assolado pela COVID-19 em África decidiu, através de um documento divulgado na página oficial, tomar medidas que mudam drasticamente os protocolos de prevenção da doença.

Na África do Sul, deixa de existir o rastreamento de contactos de casos positivos. A medida surge num contexto em que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, 80 por cento dos casos da COVID-19 passam despercebidos, e por isso mesmo, boa parte dos contactos desses casos positivos nunca foram seguidos.

Outra medida tem que ver com a testagem. A recomendação oficial é que as pessoas só devem ser testadas se tiverem sintomas. Não importa se mantiveram contacto com um caso positivo.

Isto porque os assintomáticos têm menor carga viral e são menos susceptíveis de transmitir a doença para outras pessoas.

Em relação à quarentena, ela deixa de ser necessária para os que tenham tido contacto com casos positivos da doença enquanto não tiverem nenhuma manifestação sintomática.

O isolamento, por sua vez, depende do tipo de sintomas. Infectados sem sintomas não precisam de se isolar. Podem continuar a ir ao trabalho ou a outros afazeres do dia-a-dia. Devem, sim, auto-monitorar-se durante 5 a 7 dias para verem se desenvolvem sintomas, evitando aglomerações e usar a máscara em locais recomendados.

Os casos positivos com sintomas ligeiros ou moderados podem regressar ao trabalho depois de 8 dias de isolamento e não precisam de fazer novo teste, enquanto que positivos com sintomas graves só deverão regressar ao trabalho depois de 10 dias de isolamento já sem sintomas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos