O País – A verdade como notícia

Adolescentes morrem em Niassa devido a complicações pós-parto

O médico-chefe de Niassa, Ramos Mboane, foi um dos oradores no segundo dia da Conferência Regional Norte da rapariga que decorre na cidade de Lichinga. Na sua apresentação, o especialista descreveu o que considera de um cenário comum em toda zona Norte do país, onde, apesar dos cuidados garantidos pelo Serviço Nacional da Saúde, ainda há muitas mulheres que morrem por complicações durante e depois do parto.

Mas o foco foi mesmo para Niassa, onde só ano passado 73 mulheres morreram devido a complicações pós-parto. E o mais preocupante é a presença de adolescentes nessa estatística.

Além das que perderam a vida, o número de consultas pré-natais envolvendo crianças também é elevado.

São situações como essas que a Action Aid pretende evitar no futuro, por isso, no encontro, além de adolescentes, participam representantes das instituições públicas que lidam com assuntos relacionados com os direitos das mulheres e crianças.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos