O País – A verdade como notícia

Adelino Timóteo participa nas “Poeiras Poéticas” em Portugal

Adelino Timóteo participou, há dias, no Festival Poeiras, programa sobre literatura e outros horizontes. O encontro realizou-se sexta passada e esteve subordinado ao tema "Círculo da Palavra: Diálogos Cruzados sobre Literatura, Poder e Liberdade", no Parque dos Poetas, em Oeiras, Portugal.

Na terra de Pessoa, Timóteo referiu-se ao tema da conversa focando-se na sua própria escrita. Aliás, o tema sugerido coincidiu com as sugestões do último romance do autor: “Os oito maridos de Dona Luíza Michaela da Cruz”. Em Oeiras, o poeta e escritor defendeu que a mulher é uma metáfora que encontrou num momento marcante da literatura moçambicana, dominada pela poesia de circunstância. Por isso, “havia que a utilizar como simulacro, para iludir o poder”, revelou.

Partindo de “Os Oito maridos”, o escritor fixou o lado varonil de Luíza Michaela, centro da denúncia da escravatura no vale do Zambeze, sem se esquecer dos excessos da justiça sumária dela, afinal a personagem não se coibia de lançar os maridos desafectos numa laguna de crocodilos que tinha em casa.

A participação do escritor moçambicano durou duas horas e meia, e, segundo Timóteo, foi positiva porque teve oportunidade de falar da sua escrita a um público interessado.

As Poeiras Poéticas, na 2ª edição, contaram com a participação de José Eduardo Agualusa.

Ainda nas terras lusas, Adelino prevê lançar “Os oito maridos de Dona Luíza Michaela da Cruz”, no 18 de Outubro, na Livraria Ler Devagar, em Lisboa.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos