O País – A verdade como notícia

Actividade económica cai 3,7% em Julho face ao mês anterior

Os resultados dos Índices das Actividades Económicas referentes ao mês de Julho de 2021, quando comparados com o mês de Junho de 2021, apontam para quedas dos índices de volume de negócios, de emprego e de remunerações em 3,7%, 0,7% e 0,5% respectivamente.

De acordo com a análise publicada pelo INE, a variação negativa do volume de negócios, que ocorre pelo terceiro mês consecutivo, deveu-se à ordem de importância ao decrescimento verificado nos sectores de transportes e armazenagem, de comércio e da produção industrial, com 15,8%, 7,0% e 5,3% respectivamente.

No sentido contrário, o INE refere que os sectores de electricidade, de outros serviços não-financeiros registaram incrementos de 17,7% e 0,6%, respectivamente. O sector de alojamento e restauração registou uma estabilização da facturação no mês em análise.

Dada a grande relevância do sector industrial, ressalta que a sua variação negativa foi influenciada pelas actividades de preparação e conservação, de frutos e de produtos hortícolas, obtenção e primeira transformação dos metais não ferrosos e fabricação de elementos de construção em metal, reservatórios e geradores de vapor.

A queda ligeira do emprego no mês de Julho de 2021 foi determinada pelas quedas nos sectores da produção industrial (-6,1%), de transportes e armazenagem, bem como dos outros serviços não-financeiros com 0,1% de diminuição cada um, facto que superou os sectores de alojamento, restauração e similares, assim como o de comércio com 1,3% e 0,4% de incremento respectivamente.

A contínua diminuição do índice de remunerações, que se regista pelo segundo mês consecutivo, resultou dos declínios registados nos sectores da produção industrial (- 2,9%), de comércio (-1,2%) e de transportes e armazenagem (-0,6%), tendência contrariada pelos sectores de alojamento, restauração e similares e de outros serviços não-financeiros que se apreciaram positivamente em 6,4% e 0,1% respectivamente face ao mês anterior.

Comparando os índices globais do mês de Julho de 2021, com os do período homólogo de 2020, os índices de volume de negócios, de remunerações e de emprego registaram crescimentos de 18,1%, 13,2% e 3,1%, respectivamente, facto que reflecte o relaxamento das medidas da Situação da Calamidade Pública, referentes ao combate à pandemia da COVID-19 na maior parte do sector empresarial do país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos