O País – A verdade como notícia

Acidentes de viação e agressão física mancham fim-de-semana pascal

Duas pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas vítimas de acidente de viação, segundo o balanço do Hospital Central de Maputo, que avança ainda que recebeu 210 pacientes, na maioria vítimas de traumas por acidente de viação, agressão física e quedas.

O destaque vai para três acidentes considerados graves. Segundo o médico-chefe dos Serviços de Urgência do HCM, Justino Madeira, um dos acidentes ocorreu no bairro Costa do Sol e vitimou 12 pessoas.

“Felizmente, nenhuma das vítimas chegou a óbito, no entanto dois desses pacientes ficaram, aqui, internados e os outros tiveram alta, os dois estão no serviço de ortopedia e estão a evoluir com melhoria”, avançou Justino Madeira.

O médico fez saber que o segundo acidente ocorreu na zona de Maluana, distrito da Manhiça, tendo causado nove feridos, dos quais quatro em estado grave continuam internados.

Uma paciente em estado grave, de 63 anos de idade, encontra-se nos cuidados intensivos e foi submetida a uma cirurgia logo que chegou ao hospital.

“Os outros três pacientes encontram-se internados na ortopedia, dois deles tiveram fraturas no fémur (perna) esquerdo, com fraturas fechadas e o outro no fémur direito e do joelho”, detalhou.

O outro acidente de destaque, que ocorreu no distrito da Katembe, na Sexta-feira Santa, e que o jornal “O País” já tinha reportado, resultou em dois óbitos e oito feridos, três em estado grave, um dos quais ainda nos cuidados intensivos.

Por isso, o médico descreve este um fim-de-semana como tendo sido agitado, quando comparado ao igual período do ano passado, em que houve o registo de 172 internados.

Segundo a Polícia de Trânsito, os acidentes foram causados, na sua maioria, pelo excesso de velocidade aliado ao piso escorregadio por conta das chuvas, por isso alerta.

“É necessário que todos condutores tenham atenção às limitações de velocidade, para que evitem cair em situações de sinistro do tipo atropelamentos, assim como despistes; é necessário que observemos todas as normas de condução”, instou Isildo Bule, porta-voz da Polícia de Trânsito, na capital do país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos