O País – A verdade como notícia

Acidente faz três feridos e condiciona trânsito em Gondola

Três pessoas contraíram ferimentos, entre graves e ligeiros, em consequência de um acidente de viação ocorrido na manhã desta segunda-feira no posto administrativo de Inchope, província de Manica.

O sinistro ocorreu por volta das oito horas, na ponte sobre o rio Metuchira, posto administrativo de Inchope, em Gondola e envolveu dois camiões de carga.
Segundo apurou a nossa reportagem no local, um dos camiões que fazia o trajecto Beira-Chimoio foi colhido de surpresa com outro que seguia no sentido contrário, tendo-se, os dois, arrastado para a berma da estrada, deixando os respectivos atrelados numa das faixas de rodagem.

“Este camião saía da Beira, passou a ponte e não soube que também vinha outro camião em sua frente e a invadir a sua faixa de rodagem, colidiram e, pelo que vi, três pessoas ficaram feridas, neste caso uma senhora que era passageira e os dois motoristas”, contou Francisco Chamuaita, uma das testemunhas.

Aliás, o número de feridos também foi confirmado pelo Centro de Saúde de Inchope, através de Delfina Zindo, médica generalista ali afecta, tendo avançado que dois deles contraíram ferimentos graves e tiveram de ser transferidos para o Hospital Provincial de Chimoio, para cuidados mais especializados.

A chefe da Brigada da Polícia de Trânsito que estava no local disse, sem gravar entrevista, alegadamente por não ter autorização, que o condutor que seguia o sentido Chimoio-Beira estava em estado de embriaguez, sustentando a sua tese com uma garrafa de álcool encontrada na sua viatura.

Até cerca das 12h00, altura em que a nossa reportagem saiu do local, as duas viaturas ainda não haviam sido removidas, situação que embaraçava o trânsito, tendo em conta que os respectivos atrelados estavam a ocupar uma das faixas de rodagem ao longo da estrada nacional número seis.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos